Sobre Autismo

O Manual de Diagnósticos e Estatísticas de Transtornos Mentais, DSM, que está na 5ª edição, foi elaborado pela Associação Americana de Psiquiatria e serve para definir como é feito o diagnóstico de transtornos mentais.

Neste manual, feito com resultados de mais de 10 anos de pesquisa, encontramos o que há de mais atual ao que se refere a diagnósticos da saúde da mente.

No DSM-5 estão as seguintes informações sobre o  Transtorno do Espectro Austista (TEA) quanto ao seu diagnóstico:

Características Diagnósticas

As características essenciais do transtorno do espectro autista são prejuízo persistente na comunicação social recíproca e na interação social e padrões restritos e repetitivos de comportamento, interesses ou atividades. Esses sintomas estão presentes desde o início da infância e limitam ou prejudicam o funcionamento diário.

Critérios Diagnósticos – CID F84.0

A – Deficiências persistentes na comunicação e interação social

  1. Limitação na reciprocidade social e emocional;
  2. Limitação nos comportamentos de comunicação não verbal utilizados para interação social;
  3. Limitação em iniciar, manter e entender relacionamentos, variando de dificuldades com adaptação de comportamento para se ajustar às diversas situações sociais.

B – Padrões restritos e repetitivos de comportamento, interesses ou atividades manifestadas pelo menos por dois dos seguintes aspectos observados ou pela história clínica:

  1. Movimentos repetitivos e esteriotipados no uso de objetos ou fala;
  2. Insistência nas mesmas coisas, aderência inflexível às rotinas ou padrões;
  3. Interesses restritos que são anormais na intensidade e foco;
  4. Hiper ou hiporreativo a estímulos sensoriais do ambiente.

C – Os sintomas devem estar presentes nas primeiras etapas do desenvolvimento. Eles podem não estar totalmente manifestos até que a demanda social exceda suas capacidades ou podem ficar mascarados por algumas estratégias de aprendizado ao longo da vida.

D – Os sintomas causam prejuízo clinicamente significativo nas áreas social, ocupacional ou outras áreas importantes de funcionamento atual do paciente.

E – Esses distúrbios não são melhores explicados por deficiência cognitiva ou atraso global do desenvolvimento.

Fale com Canguru Elétrico

Whatsapp
Enviar